Estava correndo na beira-mar em um domingo desses quando uma multidão caminhando em sentido contrário ocupou a calçada, impedindo quem caminhava ou corria de transitar. Eles vestiam camisetas azuis, com uma sigla na frente que parecia ser de algum sindicato, carregavam faixas e gritavam palavras de ordem. De longe, não conseguia entender do que se tratava, mas antipatizei com o movimento por atrapalhar o lazer de quem estiva por lá. Uma corredora teve que usar a pista dos carros para conseguir passar. Fui parar na ciclovia quando um rapaz com um banner veio na minha direção, não me dando opção de continuar pela calçada. Até parecia campanha de remarketing, quando os banners saem perseguindo a gente nos sites que acessamos na internet. Só que era na rua.

Quando cheguei junto à multidão consegui ler a sigla das camisetas: AVC. Nas faixas, algumas frases evidenciavam os perigos da doença. Fiquei perplexo ao descobrir que o AVC está no topo das que mais matam no Brasil. Dada a importância e a urgência de combater o Acidente Vascular Cerebral, concordei que era preciso ocupar as ruas para conscientizar a população, desde que não jogasse ninguém junto aos carros correndo o risco de morrer atropelado. Até porque, acidentes de trânsito também são responsáveis pela morte de milhares de pessoas todos os anos em nosso país.

Mesmo que a ação seja para promover uma causa nobre e social, é importante ter o cuidado na ocupação dos espaços públicos, deixando uma faixa da calçada livre para que todos tenham o direito de ir e vir.

De qualquer forma, a ação de conscientização surtiu efeito, gerando inclusive esta coluna e aumentando a divulgação para a causa. No mesmo domingo, à noite, fui ao estádio ver meu time jogar. Adivinha quem estava lá, com a faixa dentro do campo vindo na direção de onde eu estava sentado? A turma do AVC.

Se isso não for um sinal, não sei o que mais seria. Eu vou me cuidar, e espero que você se cuide também. Se não, olha que o AVC te acha! Essa doença não é brincadeira.

IMPORTANTE: em 90% dos casos, o Acidente Vascular Cerebral pode ser evitado.

Saiba como aqui!

Veja mais dados sobre a doença neste infográfico.